Notícias

Informação, Conscientização e Ação: "armas" essenciais para a vitória!

Data de publicação: #ZikaZero (imagem publicada originalmente pelo Ministério da Educação, levemente editada)


Estamos em guerra e somos todos chamados a nos comprometer com a prevenção e o combate ao mosquito transmissor da dengue e outras doenças.

Assim, ciente de sua responsabilidade em relação ao bem-estar de seus alunos e na luta contra esta epidemia, o Colégio dos Jesuítas vem adotando inúmeras medidas, como, por exemplo, a verificação sistemática dos espaços da escola, buscando identificar todo e qualquer acúmulo de água que possa se tornar um criadouro do Aedes aegypti, eliminando-o prontamente.

Mas, além das ações de prevenção coletiva, algumas medidas individuais de proteção são indicadas por especialistas.


Nesse sentido, o Departamento Científico de Dermatologia da Sociedade Brasileira de Pediatria preparou um texto - disponível em http://www.sbp.com.br/src/uploads/2012/12/Repelentes-2015.pdf - com informações para que as crianças sejam adequadamente protegidas do mosquito e das doenças que transmite. Entre outros aspectos, o artigo destaca:

  • "Proteção mecânica: utilize roupas com as mangas longas e calças compridas. As roupas finas não impedem as picadas, preferir tecidos de trama mais fechada e mais grossos. Evite roupas escuras (atraem mais insetos) e as roupas que ficam muito coladas ao corpo pois elas permitem a picada. O uso de perfumes pode atrair alguns insetos e deve ser evitado nas crianças."
  • "Nos períodos do nascer e do pôr do sol as janelas devem ficar fechadas, o que reduz a entrada de muitos mosquitos. Os mosquitos como o Aedes atacam mais durante as primeiras horas da manhã e no final da tarde, mas podem picar à noite se houver suficiente luz artificial. São encontrados em locais abertos e possuem predileção pelo tornozelo, então a criança deve ser protegida quando está brincando fora de casa, com roupas que cubram esta parte do corpo."


O referido artigo também apresenta orientações quanto à aplicação de repelentes, das quais destacamos alguns itens:

  • "NUNCA aplicar na mão da criança para que ela mesma espalhe no corpo. Elas podem esfregar os olhos ou mesmo colocar a mão na boca."
  • "NÃO aplicar próximo da boca, nariz, olhos ou sobre machucados na pele e seguir as orientações do fabricante guardando a bula ou embalagem para posterior consulta, em caso de ingestão ou efeitos adversos."
  • "Assim que não for mais necessário o repelente deve ser retirado com um banho com água e sabonete."
  • "NÃO permitir que a criança durma com o repelente aplicado. Apesar de seguro se usado corretamente o repelente é uma substância química e pode causar reações alérgicas ou intoxicações na criança quando utilizado em excesso."


A propósito, em relação a esse último tópico, partilhamos também algumas recomendações da Sociedade Brasileira de Dermatologia:

  • "O repelente não deve ser aplicado sob as roupas."
  • "Aplique o produto somente nas áreas que ficarão expostas."
  • "Não aplique mais de três vezes ao dia."

* Fonte: www.sbd.org.br


No âmbito escolar, com o objetivo de possibilitar aos alunos da Educação Infantil ao 5º ano do Ensino Fundamental maior proteção para as pernas, além das medidas já adotadas na instituição, o uso de calça "jeans" tradicional será admitido, excepcionalmente, até que se consiga superar esta situação extrema. Nas aulas de Educação Física, porém, pelas características da atividade, o uniforme dos alunos deve continuar seguindo o que dispõe o Regimento Interno do Colégio dos Jesuítas.

Nesta oportunidade, reforçando o empenho de toda a equipe do Colégio dos Jesuítas na divulgação de informações e no combate efetivo a esta epidemia, reafirmamos que os canais de diálogo com a comunidade estão permanentemente abertos e aproveitamos para agradecer publicamente a mobilização das famílias dos alunos que têm procurado à escola para colaborar neste momento tão delicado.

Com a dengue e demais epidemias que decorrem do descuido público em relação ao saneamento básico (tema da Campanha da Fraternidade deste ano), não se pode descuidar! Sempre podemos fazer mais e melhor. E, juntos, famílias e escola, faremos!


Atenciosamente,


Conselho Diretor do Colégio dos Jesuítas


* Fonte: Ministério da Educação - http://zikazero.mec.gov.br/arquivos/novos/logo-zika-3d.png


* Publicado pela Assessoria de Mídia e Comunicação do Colégio dos Jesuítas

Instagram Acesse

Facebook Acesse

Fale conosco

Av. Presidente Itamar Franco, 1600
Centro - Juiz de Fora - MG
(32) 2101-5700
contato@coljes.com.br

Receba notícias do Colégio


Acesse
Moodle RJE Companhia de Jesus